Crime só foi descoberto na noite desta quarta-feira, 21, criança foi socorrida para Unidade de Emergência do Agreste. 


Uma criança de 5 anos foi hospitalizada na noite desta quarta-feira (21) com lesões graves e queimaduras pelo corpo. O fato aconteceu na zona rural do município de Pão de Açúcar, no Sertão de Alagoas. O padrasto da criança foi preso e confessou as agressões.

A criança foi levada pela mãe para a Unidade Mista de Saúde Dr. Djalma Gonçalves dos Anjos, em Pão de Açúcar. O menino apresentava queimaduras nas costas, pernas e nádegas, estava com algumas costelas quebradas, órgãos genitais machucados e com os olhos inchados. Imagens dos machucados foram divulgadas nas redes sociais.

Conforme foi apurado pela reportagem do MiutoSertão, diante do estado da criança, o médico questionou a mãe sobre o que teria provocado os machucados no menino. Inicialmente, a mulher contou que o filho tinha levado um coice de um cavalo e sido pisoteado pelo animal. No entanto, o médico desconfiou da versão relatada pela mãe e ao exigir a verdade dos fatos, a mulher confessou que a criança tinha sido agredida pelo padrasto.

 CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO 

Segundo relatos da mãe, ela vive há cerca de seis meses com o acusado de agredir o menino, um homem de 27 anos, identificado como Antônio Carlos do Nascimento. A mulher contou que as agressões ao menino eram diárias. A mulher também disse que era mantida em cárcere privado pelo companheiro, que a justificativa dada por ele era ciúmes.

Após ouvir o relato e iniciar o atendimento à criança, o médico acionou O Conselho Tutelar, a Polícia Militar e a Assistência Social da unidade hospitalar. A polícia foi até à residência e encontrou o homem dormindo ao lado de uma criança de 9 anos, irmã da vítima. Ele foi preso em flagrante. 

O Conselho Tutelar foi informado que a menina também era vítima de espancamentos constantes pelo padrasto e que chegava a desmaiar ante as agressões. A menina foi levada para a casa dos avós, em Atalaia, Região Metropolitana de Maceió.

Devido à gravidade dos ferimentos, a criança de 5 anos foi encaminhada para o Hospital de Emergência do Agreste (HEA), em Arapiraca, onde continua internado. No trajeto, em um trecho da AL-220, no município de Jaramataia, a ambulância que o levava pegou fogo. Felizmente, a criança e os ocupantes do veículo conseguiram sair a tempo do carro que ficou completamente destruído.