Acusados já foram presos e imagens são arquivos do site Ítalo Timóteo. Eles são procurados pela polícia.

 

Marcole, Domingos e Bode também chamado de bombado. Crédito: italotimoteo.com.br

As investigações da Polícia Civil avançaram nesta terça-feira, 6, no caso Maria Flávia que foi assassinada com requintes de crueldade na última sexta-feira, 2, no Conjunto Habitacional Sônia Coco, mais conhecido como 369 Casas em Delmiro Gouveia, no Sertão de Alagoas. 

Com exclusividade o portal italotimoteo.com.br teve acesso aos investigados, através de uma testemunha ocular que tem ajudado nas investigações. Três dos quatro envolvidos tem passagem pela polícia e estão sendo procurados. Tratam-se de Domingos, Marcole, Bode e Fábio, esse último não tem imagem do rosto, mas é um rapaz branco forte e mede cerca de 1,75cm. 

 CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO 

Por não ter o nome completo a polícia ainda não sabe se Domingos tem passagens. Já o Fábio, Marcole e Bode são reincidentes, inclusive o último é um dos envolvidos na morte de um vigilante da Companhia Hidroelétrica do São Francisco (CHESF) em Piranhas, fato esse que vitimou Sebastião Marcondes Dias Lima, 53 anos, no dia 3 de fevereiro de 2017. 

A Polícia Civil agora irá concluir o inquérito para pedir a prisão preventiva dos envolvidos. Se alguém tiver informações, denuncie pelo 181.