Mais uma testemunha reconhece morto em confronto como autor do duplo homicídio em Delmiro Gouveia


Número de testemunhas chegou a quatro que reconheceram Elias da Conceição Canuto como o autor dos disparos que atingiram Fábio Elias e Ricart Lino Moreira.

Ricart Lino, Fábio Elias e Elias da Conceição  

As investigações sobre o duplo homicídio que vitimou Fábio Elias e Ricart Lino Moreira, no dia 16 de agosto em um bar na Rua Floriano Peixoto, no centro da cidade de Delmiro Gouveia, no Sertão de Alagoas, ainda estão sendo realizadas pela Polícia Civil. Nesta terça-feira, 10, o delegado Rodrigo Rocha Cavalcanti divulgou que mais uma testemunha reconheceu Elias da Conceição Canuto como o executor dos dois rapazes, o número de testemunhas chegou a quatro.

Ainda de acordo com o delegado, todos os procedimentos necessários estão sendo realizados, nenhuma informação a mais está sendo divulgada para não atrapalhar as investigações, que segundo ele avançaram e já apontam para o um desfecho.

Elias da Conceição Canuto, morreu na última terça-feira, 3, depois de atirar em direção a policiais civis e militares que foram até a residência em que ele estava escondido na Rua Barão de Atalaia, no Bairro Eldorado para prendê-lo.

Na ocasião, Elias estava com um documento de seu irmão que foi morto em 2018 na cidade de Arapiraca. Elias da Conceição, tem ramificações no Estado de Pernambuco, onde Fábio Elias tinha familiares e negócios financeiros.