Exclusivo: autor do duplo homicídio morre em confronto com a polícia

Ação aconteceu na Rua Barão de Atalaia, no Bairro Campo Grande em Delmiro Gouveia.

Policiais no local onde aconteceu a troca de tiros - Crédito: www.italotimoteo.com.br

O suspeito de cometer o duplo homicídio que vitimou Fábio Elias e Ricart Lino Moreira, morreu em confronto com policiais civis e militares na tarde desta terça-feira, 3, na Rua Barão de Atalaia, no Bairro Campo Grande em Delmiro Gouveia. O acusado foi identificado Elias da Conceição Canuto.

Segundo o delegado Rodrigo Rocha Cavalcanti, após um trabalho de inteligência, os policiais descobriram o paradeiro do suspeito, que foi reconhecido através de imagens pelas testemunhas do caso.

Equipe do Pelotão de Operações Especiais (PELOPES), Força Tarefa e o Serviço de Inteligência da PM, além de policiais civis se deslocaram até a residência onde o suspeito estava.

Ao perceber a chegada dos policiais um dos elementos atirou, houve revide e o suspeito acabou sendo atingido. Ele ainda chegou a ser socorrido, mas morreu no Hospital Antenor Serpa da cidade.

Outro suspeito que teria dado apoio ao duplo homicídio foi preso. Ele não portava nenhum documento e existe a suspeita deles estarem com identidades falsas.

Celulares, armas e outros objetos foram apreendidos. Outras pessoas que estariam em uma casa vizinha da dos suspeitos foram detidas suspeitas de colaborarem com algumas informações de movimento de polícia na localidade.




O suspeito de cometer o duplo homicídio que vitimou Fábio Elias e Ricart Lino Moreira, morreu em confronto com policiais civis e militares na tarde desta terça-feira, 3, na Rua Fernandes Lima, no Bairro Eldorado em Delmiro Gouveia. O acusado foi identificado apenas como Danilo 'Cara de buraco'. Segundo o delegado Rodrigo Rocha Cavalcanti, após um trabalho de inteligência, os policiais descobriram o paradeiro do suspeito, que foi reconhecido através de imagens pelas testemunhas do caso. Equipe do Pelotão de Operações Especiais (PELOPES), Força Tarefa e o Serviço de Inteligência da PM, além de policiais civis se deslocaram até a residência onde o suspeito estava. Ao perceber a chegada dos policiais um dos elementos atirou, houve revide e o suspeito acabou sendo atingido. Ele ainda chegou a ser socorrido, mas morreu no Hospital Antenor Serpa da cidade. Outro suspeito que teria dado apoio ao duplo homicídio foi preso. Ele não portava nenhum documento e existe a suspeita deles estarem com identidades falsas. Celulares, armas e outros objetos foram apreendidos. Outras pessoas que estariam em uma casa vizinha da dos suspeitos foram detidas suspeitas de colaborarem com algumas informações de movimento de polícia na localidade.
Uma publicação compartilhada por @ italotimoteo.com.br em


O crime: 

Fábio Elias da Silva e Ricart Lino Moreira, ambos de 33 anos, foram mortos em um bar na Rua Floriano Peixoto, por volta das 13h40min, no dia 16 de agosto deste. Os dois foram atingidos com tiros de pistolas calibre 380. Segundo a polícia mais de um criminoso participou da ação, eles estariam em um veículo Golf de cor branca.

Atualizada às 16h25min