Saiba as últimas informações sobre o confronto que matou oito pessoas acusadas de matar PM


Informações da SSP dão conta que grupo era responsável por assaltos a banco e tinha ramificações em outros estados, inclusive AL. Sargento que sobreviveu ao atentado apresentou piora no quadro clinico e está em UTI.


Reprodução: www.italotimoteo.com.br

Após a morte do policial militar de Pernambuco André Silva e a morte de oitos suspeitos que participaram do crime e dos que estavam dando resgate. A Secretaria de Segurança Pública do Estado esclareceu diversas situações sobre o ocorrido que mobilizou um forte aparato policial e divulgou novas informações sobre o bando criminoso. Entre as informações também está a situação do sargento Moacir que sobreviveu, mas nesta quarta-feira, 3, apresentou pioras no quadro de saúde.

Todos os mortos no confronto foram identificados, inclusive uma das mulheres seria funcionária do Supermercado que foi alvo dos bandidos. Ainda segundo a polícia, Reniere Alves de Souza, 32 anos, era esposa de um assaltante de banco que morreu em confronto com a Polícia Civil na zona rural de Santana do Ipanema, no Estado de Alagoas, no ano de 2018. Atualmente ela estava namorando um dos envolvidos na morte do PM de Pernambuco.

Além de Raniere Alves foram identificados: Marcela Virginia Silva do Nascimento, 32 anos, José Pedro Agostinho da Silva, 30 anos, Manoel José de Lima, vulgo ‘Manoel de Lena’, 37 anos, Adson Berigue de Lima, 29 anos, José Adson de Lima, Wedys Souza Vieira, 22 anos e um adolescente de 17 anos.

Vereador que morreu era irmão do líder da quadrilha:

Vereador 'Nanaca' - reprodução NE10

O vereador Andson Berigue de Lima, 29 anos, conhecido como "Nanaca" (PP), estava armado e efetuou disparos contra a polícia. Ele foi eleito com 482 votos na cidade de 12 mil habitantes.

Ainda segundo a polícia, o vereador teria ido resgatar o irmão, conhecido como Galego de Lena, possível participante do assalto e do homicídio contra o policial. Galego de Lena seria o líder da quadrilha, que é formada ainda por um primo deles, conhecido como Edys de Gevan.

Material apreendido:

Armas, dinheiro apreendidos - cortesia: PMPE

Com a quadrilha, os policiais apreenderam R$ 56 mil roubados, duas pistolas 380, dois revólveres 38 e uma espingarda calibre 12 de repetição, a mesma utilizada na ação do dia anterior.

Sargento que sobreviveu ao ataque criminoso está em UTI:

Sargento Moacir antes de apresentar gravidade no quadro de saúde - reprodução NE10

O sargento Moacir Pereira, 47 anos, que está internado no Hospital Regional do Agreste (HRA), em Caruaru, teve uma piora e foi levado para a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do hospital, onde está em coma induzido. De acordo com a assessoria de imprensa da unidade de saúde, o sargento está sedado em estado grave, mas estável.

Na noite dessa terça-feira (2), Moacir Pereira apresentou fortes dores abdominais e ao fazer tomografia, foi identificada a presença de ar na região. Ele foi direcionado ao bloco cirúrgico para fazer uma laparotomia exploratória, procedimento que abre o abdômen para investigar as causas do problema.