Slider Recent


Homens acusados de homicídio e porte ilegal de arma de fogo em Piranhas são presos no Estado de SP


Crimes ocorreram nos anos de 2009 e 2010, prisões foram realizadas através de uma operação conjunta das polícias dos estados de Alagoas e São Paulo.

Hildebrando acusado de homicídio - crédito: italotimoteo.com.br

Uma ação conjunta das Polícias Civil de Alagoas e de São Paulo, resultou na prisão de dois foragidos da justiça de Piranhas, as prisões aconteceram na tarde desta terça-feira, 30, nas cidades de Bragança Paulista e Itajobi no Estado de São Paulo. Os presos foram identificados como Hidelbrando Nunes da Silva e João Benedito Filho, os dois são acusados de homicídio e porte ilegal de arma de fogo, respectivamente.

Segundo o delegado titular de Piranhas, a primeira prisão realizada foi a de Hidelbrando Nunes. Ele é acusado de coautoria de um afrontoso homicídio ocorrido no dia 6 de junho de 2009, em um trecho da Rodovia Altemar Dutra, nas imediações da delegacia do município, que vitimou Osvaldo Santos, conhecido como “Braúna”.

“Os dois entraram em discussão seguida de uma briga que ocorreu no Bar do Ione, por causa de uma divisão da conta cobrada pelo consumo de bebida alcoólica no estabelecimento”. Destacou o delegado.

O suspeito foi preso na cidade de Bragança Paulista-SP, ele foi conduzido para a Delegacia da cidade, onde ficará preso por mais alguns dias e em breve será recambiado para Alagoas. Hildebrando estava foragido desde o ano que cometeu o crime.

A outra prisão foi realizada no município de Itajobi-SP. João Benedito Filho é acusado de porte ilegal de arma de fogo no ano de 2010. Ele foi conduzido para a delegacia do município paulista onde também será recambiado para Alagoas nos próximos dias.

Segundo o delegado Rodrigo Rocha Cavalcanti, Delegado Regional de Delmiro Gouveia, o trabalho de inteligência está sendo muito fortalecido na Polícia Civil da Região Sertaneja e foi graças a esta atuação da Distrital de Piranhas e da Regional de Delmiro Gouveia, em conjunto com as delegacias do Estado de Paulo, que resultaram nas prisões dos foragidos da justiça.


Participaram da coordenação tática da operação os delegados Cícero Lima, Rodrigo Rocha Cavalcanti e Daniel Mayer, além dos agentes Cyro Jorge, Carlos Eduardo Prado e Jair Clement, da Polícia Civil de Alagoas; e participaram pessoalmente das prisões os delegados Waldir Baldo Neto e Wagner Luiz Lioi Modesto, e os agentes Bruno Messi, Carlos Alberto  e Luis Antonio (da Delegacia de Itajobi-SP) e Ademar Júnior, Maurício Neto, Eduardo Casamassa, Anderson Cleber e Celso Manganellida (da Delegacia de Bragança Paulista-SP), da Polícia Civil de São Paulo.