Débito da gestão anterior, deixa Mata Grande sem receber incentivo da Secretaria de Assistência Social de Alagoas

Segundo o secretário estadual João Lessa, consta na Secretaria Estadual um débito no CRAS E CREAS, o que deixou o município impossibilitado.

Prefeitos Erivaldo Mandu, Maristela Sena Dias, Padre Eraldo e secretário João Lessa - Crédito: www.italotimoteo.com.br

A Prefeitura de Mata Grande ficou sem receber um incentivo no valor de R$ 54 mil reais da Secretaria de Assistência Social e Desenvolvimento de Alagoas, devido a um débito deixado no período de 2009/2010, na época a Prefeitura era comandado por Jacob Brandão.

Segundo o secretário estadual João Lessa, consta na Secretaria Estadual um débito Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) e Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS). Na época a Prefeitura não prestou conta dos valores, o que ficou impossibilitado de receber benefícios oriundo do estado.

Nesta quinta-feira, 25, o município de Mata Grande sediou um evento estadual, que contou com a presença de vários prefeitos do Sertão de Alagoas. Na ocasião, Delmiro, Piranhas e Pariconha receberam valores de R$ 54 mil.

Em contato com o prefeito Erivaldo Mandu, foi informado que a Secretária de Assistência Social Sara Belle, já está tomando medidas necessárias para resolver o problema. “Estamos nos articulando com a SEADES em busca de sanar o problema e voltarmos a receber os recursos oriundos do Estado, para revertermos em benefícios aos usuários dos serviços da Assistência Social.” Destacou a secretária.