Em nota, Câmara de Vereadores nega que vereadores deram ultimato a prefeito para exonerar servidores


Nota diz que em nenhum momento o assunto abordado no veículo de comunicação foi pauta na Casa Legislativa, tendo em vista que os poderes são independentes.


Após uma notícia ser publicada em um blog, a Câmara Municipal de Vereadores, através de sua Assessoria de Comunicação divulgou uma nota negando as acusações em que vereadores teriam dado ultimato ao prefeito Padre Eraldo para que ele demitisse alguns servidores da administração pública.

Confira a nota na íntegra:

A Câmara de Vereadores de Delmiro Gouveia esclarece que os fatos reportados em um site, em matéria que fala sobre ultimato ao prefeito do município em exonerar servidores são inverídicas. Em nenhum momento o assunto abordado no veículo de comunicação foi pauta na Casa Legislativa, tendo em vista que os poderes são independentes e a Câmara não tem nenhuma interferência na contratação ou mesmo exoneração de pessoas da administração municipal.

O presidente Ezequiel de Carvalho Costa (Kel), reforça que a Câmara tem o papel fiscalizador dos atos do Executivo, porém enfatiza o respeito e a harmonia entre os entes e não concorda com o que está exposto no site.

A Câmara de Vereadores de Delmiro Gouveia respeita uma imprensa livre e que esteja pautada nos princípios da ética, sem deturpações de fatos e que, principalmente, possa ouvir todos os lados citados na matéria.