Com passagem no BPM de Delmiro, tenente é agraciado pela 2ª vez com medalha da ONU


Rodolfo Esperidião de Melo é integrante das forças de Paz da ONU que atuam no país africano Sudão do Sul.

Tenente Esperidião - foto reprodução redes sociais

Com passagem pelo 9º - Batalhão de Polícia Militar de Delmiro Gouveia, entre os anos de 2012 e 2013, o tenente da PMAL Rodolfo Esperidião de Melo foi agraciado com a Medalha do Tempo de Serviço das Nações Unidas. É a segunda vez que o militar alagoano recebe a honraria. Ele está completado o segundo ano de serviços prestados como policial (peacekeeper) da Organização das Nações Unidas (ONU). O oficial é integrante das forças de Paz da ONU que atuam no país africano Sudão do Sul.

A solenidade aconteceu em Juba, capital sul sudanesa, na quinta-feira (20). O contingente policial brasileiro, composto por homens e mulheres, se reuniu para a cerimônia que contou com a presença da police commissioner Unaisi Lutu Vuniwaqa – autoridade máxima policial, designada pelas Nações Unidas para comandar a missão policial no Sudão do Sul.

Assim como o oficial alagoano, outros dois militares do Brasil completaram seu segundo ano de serviços dedicados à Missão de Paz e foram homenageados. Outros três policiais brasileiros receberam sua primeira medalha.

Além do representante de Alagoas, o Brasil conta com outros policiais de diversos estados atuando no Sudão do Sul. São eles: o tenente coronel Alessandro, da PM do Mato Grosso; a capitã Emmy, da PM do Maranhão; o tenente Fernandes, da PM do Rio de Janeiro; a tenente Natália, da PM de São Paulo e pelo 2º sargento Chagas da PM de Minas Gerais.

O tenente explica que além da ocasião especial, a solenidade é um momento de congraçamento: “é uma oportunidade para o contingente brasileiro se reunir e trocar experiências sobre suas respectivas atividades na missão, haja vista que trabalhamos em locais e cidades diferentes no Sudão do Sul”. É o caso do próprio tenente Esperidião, que atua em um local que fica 300 km distantes de Juba e só pode encontrar os demais brasileiros quando há alguma atividade oficial na capital.

Sudão do Sul

O Sudão do Sul fica no norte do continente africano. Pertencia ao Sudão, mas conquistou sua independência em 2011. Apesar de ser uma nação jovem, tem feridas humanitárias gigantescas, resultado do caos dos conflitos internos. Em toda extensão territorial do país o que se vê é um cenário de miséria, fome aguda e de famílias de refugiados devastadas pela guerra.

Missão de Paz

As operações de manutenção de paz são desenvolvidas pela Organização para ajudar países devastados por conflitos. Conta com a atuação das tropas e investimento fundamental do Estados-membros. As missões de paz têm atuado cada vez mais em conflitos internacionais e guerras civis.


Esperidião em passagem por Delmiro Gouveia reaizou diversas prisões. Foto: arquivo