Slider Recent


Com medo da frieza de ‘Chocolate’, presos ficaram sem dormir no dia que ele foi preso


José Messias matou a mulher e planejava ocultar o cadáver. Presos pediram aos policiais para que ele fosse transferido para presídio.

José Messias 'Chocolate' - Arquivo: www.italotimoteo.com.br

Desde que foi preso José Messias Gomes de Oliveira, o ‘Chocolate’, tem surpreendido os policiais pela forma de comportamento que ele demonstra depois de ter matado Ana Jaqueline dos Santos, conhecida como ‘Kelly’, assassinada na madrugada da última quinta-feira, 13, na Rua Joenilson Silva, no Bairro Eldorado em Delmiro Gouveia, no Sertão de Alagoas.

Agora o seu comportamento chamou a atenção dos próprios presos que estão com medo de dividirem a cela com o homem audacioso.

Nesta segunda-feira, 17, a reportagem do italotimoteo.com.br, manteve contato com um familiar de um preso que relatou a situação. “Fui levar o café da manhã no dia seguinte que esse homem foi preso e ele me pediu um remédio para dormir, todos estão com medo dele e querem que ele seja transferido o mais rápido possível.” Disse o familiar que não quis se identificar para que o seu parente não seja alvo do criminoso.

Nossa reportagem entrou em contato com o chefe de carceragens Gildate Goés, que informou que não está de plantão e não soube da situação, mas ele adiantou que nesta terça-feira, 18, José Messias, o ‘Chocolate’ passará por uma audiência de custódia e após ser ouvido pelo juiz responsável será encaminhado para uma penitenciária do estado.