Enquete: 86% são a favor e 12% contra a divulgação de fotos de presos (Entenda)


Pesquisa foi realizada nas redes sociais. Atualmente está proibida a divulgação das imagens de presos somente no Estado de Alagoas.


O portal italotimoteo.com.br realizou nesta quarta-feira, 24, uma enquete em seu perfil do Instagram perguntando qual era a opinião dos seguidores sobre a divulgação das imagens de presos. Trezentos e trinta nove contas oficiais do Instagram participaram e 86% foram a favor da divulgação e apenas 12% contra.

Na semana passada, o defensor público Othoniel Pinheiro protocolou na justiça um pedido de aumento nas multas de R$ 1.000 para R$ 5.000 para integrantes da Segurança Pública que divulgarem imagens de presos temporários.

A decisão não foi aceita pela classe que repudiou a atitude. O delegado da Divisão Especial de Investigação e Captura (DEIC), Fábio Costa, questionou a quem interessava essa decisão. Ele ainda falou que a divulgação das imagens de presos é crucial para que a polícia elucide crimes.

“Recentemente um assessor de um parlamentar foi preso acusado de estuprar 10 pessoas, após a divulgação da imagem do acusado, o número dobrou, uma vez que diversas vítimas reconheceram o acusado e procuraram a polícia.”

Já o delegado regional Rodrigo Rocha Cavalcanti destacou que a atitude atrapalhará e muito os trabalhos da polícia. “Diversas vezes já fomos informados pela população de criminosos que tinham passagens pela polícia e que estava praticando novos delitos, nas denúncias sempre era destacado que já havia visto alguma foto do criminoso preso.” Ressaltou.