Slider Recent


Delegado Rodrigo: “entre a sociedade e o criminoso, nós estamos com a sociedade”


Afirmação foi dada após Sindpol denunciar superlotação na única cela que existe na Delegacia de Delmiro Gouveia.

Delegado regional Rodrigo Rocha Cavalcanti - crédito: www.italotimoteo.com.br
O delegado Rodrigo Rocha Cavalcanti respondeu a matéria do Sindicato dos Policiais Civis que denunciou a superlotação da única cela que existe na Delegacia Regional de Polícia (1ª-DRP) de Delmiro Gouveia, no Sertão de Alagoas. Para o delegado é resultado da polícia aos criminosos que agem no sertão. “Entre a sociedade e o criminoso, nós estamos com a sociedade.” Declarou.

Na matéria, o presidente do Sindpol, Ricardo Nazário, destaca que a Delegacia de Delmiro não possui estrutura para abrigar presos. “O efetivo dos policiais civis, que já é reduzido, torna-se mais precário com a superlotação de presos. Com o caos, os policiais estão deixando de fazer as atividades da Polícia Judiciária para tomar conta de presos”, denuncia.

Para o sindicalista, a situação evidencia a falta de compromisso da Secretaria de Segurança Pública, que não inaugurou a Casa de Custódia de Delmiro Gouveia.

“Se a Casa de Custódia já estivesse sido colocada em funcionamento, essa problemática da delegacia de Delmiro Gouveia e das cidades circunvizinhas não estaria acontecendo. Isso é uma falta de responsabilidade da Secretaria de Segurança, que só faz prejudicar a população”, alerta.

Rodrigo Rocha Cavalcanti respondeu que a superlotação se deu as últimas ações desencadeadas nas cidades de Mata Grande e Canapi, mas que toda semana são realizadas transferências de presos para presídios de Alagoas.

O delegado Rodrigo Cavalcante concorda que a Casa de Custódia poderia resolver o problema, mas enquanto isso não acontece, não há outra solução a não ser manter os presos na delegacia até a transferência para os presídios.

"A Casa de Custódia já existe, mas ainda não foi inaugurada. O mais importante é retirar de circulação o criminoso, se essa é a estrutura que a gente tem, temos que usá-la. Não podemos deixar solto o meliante flagrado em crime. Concluiu.

Presos na delegacia regional de Delmiro Gouveia. Crédito: Sindpol

close
DIVINA LUZ