João Paulo dos Santos Nunes, conhecido como ‘João Paulo Mocô’, foi preso na manhã deste sábado, 16, outro suspeito conseguiu escapar.


Uma operação da Polícia Civil com o apoio da Polícia Militar, nas primeiras horas deste sábado, 16, resultou na prisão de João Paulo dos Santos Nunes, vulgo ‘João Paulo Mocô’, 26 anos, acusado de assassinar para roubar o cobrador de prestações Thiago de Souza Oliveira, 26 anos – assassinado a tiros no dia 15 de dezembro de 2018 na Rua Adolfo Santos no Bairro Campo Grande. Relembre o crime, clicando AQUI.

Segundo o delegado Rodrigo Rocha Cavalcanti, após um trabalho de investigação que contou com depoimentos de testemunhas, a polícia conseguiu identificar os suspeitos e solicitar da justiça um mandado de prisão. Ao ser expedido pela comarca local, os policiais iniciaram as buscas e conseguiram prender ‘João Paulo Mocô’, em sua residência no Bairro Chácara São Vicente.

Já o segundo suspeito identificado como Flávio Ferreira da Silva, vulgo ‘Vaqueiro’, conseguiu escapar.

Para o delegado, não há dúvidas de que a dupla foi responsável pelo crime. “Eles já vinha monitorando o trabalhador, no dia eles esperaram a chegada do Thiago de Souza para adentrar a casa e roubar o dinheiro do cobrador, porém foram covardes e tiraram a vida do cearense.” Disse Cavalcanti.

‘João Paulo Mocô’, é um velho conhecido da polícia, a sua ficha criminal é intensa e o mesmo acumula diversas passagens na polícia, entre os crimes estão dois portes ilegal de arma de fogo, tentativa de homicídio e lesão corporal.

'Vaqueiro' é considerado foragido da justiça.