Últimas Notícias

Irmãos Boiadeiros são condenados a penas, que juntas, somam mais de 100 anos


José Márcio Cavalcanti de Melo, o Baixinho Boiadeiro, e José Anselmo Cavalcanti de Melo, Pretinho Boiadeiro, saíram presos do Fórum do Barro Duro, onde foram julgados e condenados pelo duplo homicídio que vitimou o irmão da atual prefeita de Batalha, Marina Dantas, ocorrido em 2006.

Juntas, as penas dois chega a 103 anos de prisão. Além deles, o tribunal do júri também condenou a 58 anos e quatro meses de reclusão, Thiago Ferreira dos Santos, conhecido como "Pé de Ferro".

Na época, as vítimas Samuel Theomar Bezerra Cavalcante, e o sargento da PM reformado Edvaldo Joaquim de Matos foram assassinadas com tiros a queima roupa depois de uma confusão em um bar. Eles também eram acusados de tentativa de homicídio contra Theobaldo Cavalcante Lins.

Leia mais: Baixinho Boiadeiro se apresenta em júri e advogada explica razões pelas quais ele se entregou

Acusados e vítimas bebiam em bares diferentes, localizados na mesma praça e, por conta de uma desavença, quando as vítimas entraram em um veículo para deixarem o local, os réus se efetuaram os disparos.

O Ministério Público Estadual (MP-AL), representado pelo promotor de justiça Antônio Luís Vilas Boas Sousa, da 48ª Promotoria de Justiça da Capital, sustentou a acusação de homicídio duplamente qualificado, por motivo torpe e por impossibilidade de defesa das vítimas.

Também havia denúncia contra Emanuel Messias de Melo Araújo e José Marcos Silvino dos Santos, mas ambos faleceram.

Sem comentários

close
Banner iklan disini