Últimas Notícias

Caso da jovem Jéssica Lima repercute na imprensa nacional; mãe se conforma e corpo é sepultado

Após sepultamento ser interrompido, por acharem que a menina poderia “ressuscitar”, imprensa nacional repercutiu o caso, mas neste sábado, 5, a mãe se conformou e realizou o sepultamento. 


O caso da jovem Jéssica Lima, moradora da Rua Antônio Ivo, no Bairro Novo em Delmiro Gouveia, no Sertão de Alagoas. Repercutiu a nível nacional. No sábado, 5, diversas equipes de televisão estiveram na cidade e o caso foi destaque no site UOL. Familiares teriam interrompido o velório e sepultamento, por que achariam que a moça estava viva e poderia ressuscitar a qualquer momento. Confira:

Reprodução Site Uol

A situação ganhou proporção, depois que o portal italotimoteo.com.br lançou a matéria de que a Polícia Civil havia adentrado ao caso e solicitado a presença de um médico. O doutor Petrucio Bandeira que estava de folga, mas que reside na cidade, se prontificou em ir ao local e depois de muita conversa com a família, o profissional teve acesso ao corpo.

“Fiz umas manobras para identificar se a paciente foi a óbito, como analisar a dilatação das pupilas, a temperatura do corpo, que estava gelado, apesar de ainda não apresentar rigidez nas articulações. Não havia movimento torácico, não tinha batimento cardíaco e esse conjunto aponta que o paciente está em óbito. A parte religiosa não discuto, mas não há como contestar que ali se trata de um cadáver.” Disse em entrevista ao portal.

A parte religiosa que o médico citou, foi a que provocou toda a situação. Segundo populares, uma mulher que se identificou como protestante, teria ido na tarde da sexta-feira, 4, feito uma oração e dado dois sopros no ouvido da jovem, após isso ela chegou a dizer aos familiares que não a enterrasse pois Deus, havia revelado a ela, que a menina iria ressuscitar na manhã do sábado, às 7h da manhã.

Os familiares que também são evangélicos, teriam acreditado no ritual religioso e mesmo com a confirmação do médico, decidiram aguardar.

O corpo chegou a ser retirado do caixão e ser colocado na cama em um dos quartos, porém neste sábado, a família se conformou e realizou o sepultamento por volta das 17h30min. 

Sem comentários