Slider Recent


Candidatos eleitos no último pleito em Alagoas são diplomados pelo Tribunal Regional Eleitoral


O Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas (TER-AL) diplomou os candidatos eleitos em Alagoas, no último pleito, em outubro deste ano, na tarde desta segunda-feira (17), em uma cerimônia realizada no plenário do Tribunal de Justiça do Estado (TJ-AL).

Foram diplomados o governador e o vice, Renan Filho e Luciano Barbosa, os dois senadores eleitos pelo estado, Rodrigo Cunha e Renan Calheiros, os nove deputados federais e os 27estaduais. Quatro suplentes ao Senado também foram diplomados.

A diplomação é o ato pelo qual a Justiça Eleitoral atesta que o candidato foi efetivamente eleito pelo povo e está apto a tomar posse no cargo. Os candidatos recebem um diploma assinado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), pelo TER ou pela junta eleitoral.

Em discurso feito na solenidade, a deputada estadual mais votada em Alagoas, Jó Pereira, disse que a cerimônia deve reforçar nos diplomados que a real fonte do poder é o povo. A deputada ressaltou a importância do exercício constante do diálogo e que os eleitos têm a responsabilidade de aproximar a sociedade da política.

“Celebramos hoje a consagração da vontade popular. Cerimônia que deve reforçar em nós que o povo é a real fonte do poder. Através do exercício constante do dialogo, respeito, ética, transparência, equilíbrio das idéias mesmo que sejam diferentes e contrárias, em busca de uma  Alagoas inclusiva e transformadora. Temos a consciência que a política é determinante e necessária e de grande relevância. Devemos olhar para frente,  e nós eleitos temos a responsabilidade de resgatar o papel da política e nos unir para produzir bastante e aproximar a sociedade da política”, frisou Jó Pereira.

Ao receber seu diploma para o novo mandato, o governador Renan Filho relembrou os projetos realizados por sua gestão em Alagoas e disse que a população está ansiosa que chegue o dia 31 de dezembro, quando o governo Temer deixa o poder para dar oportunidade a um novo governo no país.

Renan também afirmou que pretende reduzir os índices de violência de Alagoas e mudar a posição do estado no ranking nacional, trabalhando e melhorando a segurança pública. O governador convidou os eleitos para juntos fazerem o que colocaram em seus discursos "um Alagoas mais forte com mais oportunidade para todos".

O governador lembrou o resultado que obteve nas eleições deste ano e disse que se sentiu honrado com os números que lhe renderam 78% dos votos.

“Foi o povo de Alagoas que me trouxe aqui para receber esse diploma. Diploma que muitome orgulha porque o instrumento da reeleição é muito importante para o cidadão avaliar o que está sendo feito. E nesse diploma estão muitas coisas, como o meu nome, os partidos que apoiarem e também a quantidade de votos que tive. E dessa vez foi a primeira vez que um governador em Alagoas teve a honra e a satisfação de contar com a confiança de mais de um milhão de alagoanos", disse Renan.

Emocionado, o eleito pela primeira vez ao senado por Alagoas, Rodrigo Cunha, lembrou a diplomação de sua mãe, a deputada Ceci Cunha, em 16 de dezembro de 1998, que foi assassinada horas depois, há 20 anos.

“Em 1998, minha mãe usou essa tribuna para fazer o discurso de sua diplomação. Tirei dali, por 13 anos, o combustível da minha motivação. Ninguém aqui lembra dos bens que ela tinha, mas lembra do bem que ela fez na política, deixou seu legado", disse Cunha.
O senador também lembrou sua trajetória e afirmou que se sente pronto para ocupar uma cadeira no congresso e representar os alagoanos. “Encontrei meu propósito de vida. Quero fazer com que esse estado melhore, que as pessoas acreditem no seu potencial, que exijam qualidade dos serviços públicos e que possam melhorar de vida!”, destacou.

Na solenidade, foram diplomados:

O governador Renan Filho e o vice-governador, Luciano Barbosa;

Os senadores Rodrigo Cunha e Renan Calheiros.

Os deputados federais: JHC; Arthur Lira, Marx Beltrão; Sérgio Toledo; Nivaldo Albuquerque; Isnaldo Bulhões; Severino Pessoa; Paulão e Tereza Nelma.

Os deputados estaduais: Jó Pereira; Ricardo Nezinho; Olavo Calheiros; Marcelo Victor; Davi davino; Antônio Albuquerque; Paulo Dantas; Cibele Moura; Fátima Canuto; Yvan Beltrão; Jairzinho Lira; Cabo Bebeto; Gilvam Barros Filho; Galba Novaes; Flávia Cavalcante; Marcos Barbosa; Marcelo Beltrão; Bruno Toledo; Inácio de Loiola; Leo Loureiro; Angela Garrote; Breno Albuquerque; Francisco Tenório; Tarcizo Freire; Davi Maia e Silvio Camelo.

Quatro suplentes dos candidatos ao Senado também receberam os diplomas.

Galeria


close
DIVINA LUZ