PC divulga 2 das diversas linhas de investigações sobre assassinato ocorrido na Fazendinha em Piranhas


Investigações apontam que ‘Tonho Bocão’ tinha ligação com o tráfico de drogas e possuía a fama de tarado no local em que residia.



A Polícia Civil de Piranhas investiga o assassinato de Antônio Carlos Lima dos Santos, ‘Tonho Bocão’, 44 anos, morto na noite da última quarta-feira, 31, no Bairro Nossa Senhora das Graças, que é mais conhecido como ‘Fazendinha’.

O delegado Daniel Mayer, que investiga o crime, conversou com a reportagem do italotimoteo.com.br e adiantou algumas das linhas em que a polícia trabalha para elucidar o caso. Dentre elas, a vítima é apontada como integrante do tráfico de drogas e possuía a fama de ‘tarado’, no local em que ele residia e foi assassinado.

Ainda segundo Mayer, essas são apenas duas das diversas linhas que a polícia trabalha para que possa chegar a motivação e autoria do homicídio.

O delegado destacou que em casos como esse a participação da sociedade é de total importância. “Em crimes dessa natureza em que a polícia tem diversas dúvidas, a participação da comunidade é fundamental e isso é fácil de fazer, precisamos apenas que denunciem utilizando o 181, é fácil, prático e seguro.” Destacou.

O caso

‘Tonho Bocão’, como era mais conhecido estava em sua casa, quando foi surpreendido pelo algoz que efetuou vários disparos. Os tiros atingiram a região da cabeça e a vítima morreu na hora. O criminoso fugiu, tomando destino ignorado.

Equipes da Companhia de Operações Policiais Especiais do Sertão (COPES-CAATINGA) estiveram no local, mas nenhum morador quis passar informações aos militares.