Últimas Notícias

Acusado de matar a companheira em Santana do Ipanema é encontrado morto


Corpo de homem que ainda não foi identificado estava em um terreno baldio e foi localizado por populares.


O suspeito de ter matado a sua companheira, Janaína Ferreira da Silva, foi encontrado na manhã desta quinta-feira, 16, morto. O homem ainda não foi identificado e o corpo estava em um terreno baldio no Bairro Junco na cidade de Santana do Ipanema, Sertão de Alagoas.

Janaína Ferreira foi assassinada na noite desta terça-feira, 14, depois de ser agredida e sido alvo de tiros, o motivo estaria relacionado a uma discussão que ela havia tido com o companheiro.

Após o crime, o autor fugiu. A repercussão foi imediata e ontem, 15, A Secretaria da Mulher e dos Direitos Humanos (Semudh) e o Conselho Estadual da Defesa dos Direitos da Mulher (Cedim) divulgaram uma nota de repúdio em relação ao feminicídio.

A nota que além de repudiar, pedia celeridade nas investigações da polícia, para que o autor fosse preso de imediato e pagasse pelo crime que cometera.

O corpo do homem foi encontrado por populares, não havia marca de tiros ou objeto perfuro cortante, a princípio a polícia descarta que ele tenha sido assassinado.

Confira a nota da SEMUDH

Em atenção ao caso de assassinato da jovem Janaina Ferreira da Silva, de 18 anos,  em Santana do Ipanema, ocorrido em 14/08/2018, tendo como acusado o companheiro da vítima, que desferiu dois tiros levando-a a óbito, a Secretaria da Mulher e dos Direitos Humanos (SEMUDH) e o Conselho Estadual da Defesa dos Direitos da Mulher (CEDIM), vêm manifestar repúdio ao ato de feminicídio  praticado contra a vítima, o qual se soma a tanto outros já ocorridos no Estado de Alagoas, o que requer do poder público e da sociedade em geral firme posicionamento e ações rápidas no sentido de coibir essa prática criminosa.
A Secretaria da Mulher e dos Direitos Humanos, em contato com autoridades policiais responsáveis pelo caso, tomou conhecimento de que as primeiras apurações já foram realizadas dando conta que o acusado foi identificado e já tem antecedentes criminais, bem como de que o crime foi praticado na presença do irmão da vítima, um adolescente de 13 anos, e que o relatório preliminar de apuração do crime  está sendo concluído com diligências para prender rapidamente o acusado.
Por fim, a Secretaria da Mulher e dos Direitos Humanos se coloca à inteira disposição dos familiares para acompanhamento do caso podendo ser feito contato pelo telefone 33151792.

Maceió, 15 de agosto de 2018.
Secretaria da Mulher e dos Direitos Humanos (SEMUDH).
Conselho Estadual da Defesa dos Direitos da Mulher (CEDIM).



Sem comentários